Circuito Americano de Homens

CONTRA TODAS AS INTEMPÉRIES J. B. HOLMES QUEBROU NA CALIFÓRNIA JEJUM DE VITÓRIAS DE QUATRO ANOS

Genesis Open

Data: 14 a 17 de Fevereiro de 2019
Campo: Riviera Country Club
Par: 71
Local : Pacific Palisades, California, EUA

Resultados

 

 

Este evento foi inaugurado em 1926 com o nome Los Angeles Open, tomando ao longo dos anos vários nomes, como sejam: Nissan Open; Northern Trust Open – de 2008 a 2016 – denominando-se, desde 2017, Genesis Open, devido a ter como patrocinador a Genesis Motors, subsidiaria da empresa sul-coreana, Hyundai Motor Group.

Este torneio da ‘West Coast Swing’, realiza-se, desde sempre, no Riviera Country Club, no Pacific Palisades, na Califórnia, isto, antes do Tour se deslocar para a Florida.

O Riviera Country Club possui um magnífico campo próximo da cidade de Los Angeles, tendo os front-nine um longo par 3, que Ben Hogan considerava ser o ´melhor par 3 da América’.

O buraco 9, par 4, também comprido, é também famoso, por ter um green bem protegido por bunkers que se encontram muito bem colocados.

Os back-nine também apresentam outros buracos com história, como seja, o 12, par 4, também muito comprido, jogado na maioria das vezes contra o vento, possuindo um green muito pequeno, rodeado de bunkers e árvores, sendo uma destas conhecida como sendo a ‘Bogey’s Tree’, nome que recorda o actor de cinema Humphrey Bogard, que foi sócio do Clube.

O buraco 18, par 4, tem fama mundial por a saída ser um ‘blind shot’, tendo a bola que encontrar o fairway no local certo, para poder ser batida para o green, o qual se encontra rodeado por um anfiteatro natural, do qual se desfruta excelentes vistas sobre a clubhouse.

O campo do Riviera Country Club é apresentado em imagens neste hole-by-hole e num flyover.

Sob condições atmosféricas deploráveis – frio, chuva e ventos muito fortes – disputaram-se as quatro rondas do evento, que foram suspensas diversas vezes e também interrompidas por falta de luz nos fins de tarde.

O natural de Kentucky, J. B. Holmes, 36 anos, após ter batido 63, 69 e 68 pancadas, arrancou para a ronda final com mais quatro pancadas que Justin Thomas, 25 anos, de Louisville, no Kentucky, que havia apurado nas rondas 66, 65 e 65 shots.

J. B. Holmes que no último dia jogou 33 buracos, conseguiu a vitória graças à sua excelente performance, tendo efetuado birdies no primeiro e terceiro buracos da última volta, fazendo pars em todos os outros buracos, o que determinou que no fim do sexto buraco tivesse anulado a diferença de quatro pancadas que tinha em relação a Justin Thomas, após a terceira volta.

Isto porque Justin Thomas, tendo começado a volta com um birdie, fez dois pars e 3 bogeys nos seis primeiros buracos.

No buraco 7, par 4, J. B. Holmes fez bogey, concluindo os front-nine com mais uma pancada que Justin Thomas.

J. B. Holmes iniciou os back-nine  da ronda final com birdie, tendo efetuado no buraco 11, par 5, três putts, que lhe determinaram o único bogey desta fase do jogo, em que fez pars em todos os outros buracos, concluindo a volta com 70 pancadas.

Thomas no buraco 10, par 4, fez bogey seguido de birdie no 11, par 5, tendo efetuado o par no 12, par 4.

No buraco 13, par 4, Thomas concretizou quatro putts, concluindo o buraco com um double-bogey.

Com um bogey no 14, par 3, seguido de um par, Thomas concretizou um birdie no 16, par 3, tendo efetuado pars nos dois buracos seguintes, concluindo a volta com 75 pancadas.

J. B. Holmes obteve assim a vitória com 14 pancadas abaixo do par do campo, deixando Thomas á distância de uma pancada, sendo esta a sua quinta vitória no PGA Tour, com que quebrou o jejum de cerca de quatro anos, que começou em Fevereiro de 2014, ano em que conquistou o Shell Houston Open.

O 3º lugar do torneio foi ocupado pelo sul-coreano de Seul, Si-Woo Kim, 23 anos, que efetuou 68, 70, 68 e 66 pancadas, 12 abaixo do par do campo.

Kim apurou estes resultados com: 18 birdies; 48 pars; e, 6 bogeys.

Outros notáveis que destacamos da classificação do evento, obtiveram as seguintes posições e resultados no torneio: Marc Leishman, Rory McIlroy – 4ºE/-11; Charles Howell III (vencedor em 2007), Adam Scott (2005) – 7ºE/-8; Hideki Matsuyama, Dustin Johnson (2017), Jon Rahm – 9ºE/-7; Tiger Woods, Bryson DeChambeau, Bubba Watson (2018, 2016, 2014), Xander Schauffele, Patrick Rodgers, Tony Finau – 15ºE/-6; Paul Casey – 25ºE/-5; Phil Mickelson (2009, 2008), Sergio Garcia – 37ºE/-2; Bill Haas (2012), Jordan Spieth – 51ºE/+1; Ernie Els (1999), Pat Perez – 56ºE/+2.

O campeão J. B. Holmes recebeu um prémio no montante de 1,332 milhões de dólares (cerca de 1,178 milhões de euros), montante com que subiu do 62º ao 10º lugar da lista da Official Money, onde regista o total de 1.788.641 dólares (cerca de 1,5 milhões de euros), que apurou nos oito eventos em que já participou esta época.

Comos 500 pontos FedEx Cup que lhe foram atribuídos, J. B. Holmes ascendeu do 61º ao 9º lugar na lista da FedEx Cup Standings, onde apresenta o total de 707 pontos, obtidos no número de torneios atrás referidos.

O vice-campeão Justin Thomas recebeu um prémio no valor de 799.200 dólares (cerca de 707 mil euros) e 300 pontos FedEx Cup.

Com o prémio recebido subiu na lista da Official Money da 15ª à 5ª posição, onde apresenta 2.135.965 dólares (cerca de 1,889 milhões de euros) que obteve nos seis torneios em que participou este ano.

Com os pontos FedEx Cup que lhe foram atribuídos Justin Thomas subiu do 14º ao 6º lugar, com os 841 pontos que já recebeu no número de eventos atrás referidos.

Não passaram o cut  os seguintes jogadores, dentre outros: Kiradech Aphibarnrat; Bronson Burgoon; Robert Streb; Bud Cauley; Adam Long; J. J. Spaun; Chris Stroud; Tyrrell Hatton; Cameron Champ; Branden Grace; Andrew D. Putman; e, Chez Reavie.

 

Voltar

 


 

Sites


 





 



 

Revised: 18-02-2019 .