Circuito Americano de Homens

KOEPKA VENCEU 100º PGA CHAMPIONSHIP E TIGER FOI VICE-CAMPEÃO E ESTRELA DO TORNEIO

100º PGA Championship

Data: 9 a 12 de Agosto de 2018
Campo: Bellerive Country Club
Par: 70
Local : St. Louis, Missouri, EUA

Resultados

 

O 2018 PGA Championship teve a sua 100ª edição este ano, no Bellerive Country Club, localizado num subúrbio de St. Louis, no Missouri.

Este foi o último PGA Championship que se realizou no mês de Agosto, sendo realizado, em Maio, no próximo ano.

O Clube instalou-se em 1959 noutro local, tendo o novo campo sido inaugurado em 1960, com desenho de Robert Trent Jones.

O campo tem 6.900 metros e foi construído à volta duma grande enseada cuja água intervem em onze buracos.

Os greens são grandes e muito ondulados.

Nos anos de 2005 e 2006 o campo foi renovado por Ross Jones, que lhe aumentou o comprimento e estreitou os fairways, tendo as modificações efetuadas sido mais relevantes nos buracos 2, 7, 8 e 11.

O desenho dos buracos pode ser observado em hole-by-hole e flyover.

No torneio participaram 156 jogadores com o cut  no fim da segunda ronda, mantendo-se em jogo 80 jogadores, nas rondas seguintes.

O vencedor do Wanamake Trophy foi o natural da Florida Brooks Koepka, 28 anos, que concretizou nas rondas 69, 63, 66 e 66 pancadas, 16 abaixo do par do campo, sendo esta a sua terceira vitória em Majors, após te conquistado o US Open este ano e em 2017.

Na última ronda houve poucos resultados baixos, apenas dois resultados, inferiores a 66 pancadas, e destes o mais relevante foi o obtido por Koepka, que após ter iniciado a volta com um birdie e dois pars, fez bogeys nos buracos 4 e 5, ambos de par 4, deixou um intervalo parra um par, efetuando três birdies, terminando com 33 pancadas.

Koepka que tinha iniciado a ronda final com duas pancadas de vantagem sobe o australiano de Adelaide, Adam Scott, 38 anos, que reside em Crans-sur-Sierre, na Suíça, conseguiu aumentar a vantagem para três pancadas quando este iniciou a ronda final com um bogey, fazendo depois cinco pars e dois birdies, concluindo os front-nine com um par e 34 pancadas.

Adam Scott com birdies nos buracos 10 e 12, ambos de par 4, efetuou no 13, par 3, um birdie, encontrando-se empatado com Koepka, que nos quatro buracos iniciais fez pars.

Mas Koepka conseguiu dois birdies consecutivos no 15, par 4 e no 16, par 3, com Scott a fazer pars, retomando a liderança com a vantagem de duas pancadas que aumentou para três quando o australiano fez bogey no último buraco.

Mas o melhor resultado da ronda final – 64 pancadas – havia de ser consumado por três jogadores, dentre os quais o californiano Tiger Woods, 42 anos, que após ter batido 70, 66 e 66 pancadas, efetuou aquela marca, que obteve com: 8 birdies; 8 pars; e, 2 bogeys.

Woods – que já conquistou este evento em 2007, 2006, 2000 e 1999 – sagrou-se, desta feita, vice-campeã, abrindo por vezes ‘janelas de oportunidade’ por onde entrava a hipotese de vir a consumar o seu 15º Major, ‘janelas’ que se fecharam comTiger a concluir a sua prestação com mais duas pancadas que Koepka.

Com este resultado parece ter conseguido ‘regressar’ aos lugares cimeiros das classificações dos eventos, tendo subido na FedEx Cup do 47º ao 20º lugar, tendo muito provavelmente assegurado um ‘pick’ do capitão na equipa da US Ryder Cup, onde subiu no respetivo ranking do 20º ao 11º lugar.

O score de 266 pancadas que Woods obteve nas quatro rondas é o seu melhor agregado obtido num Major e as 64 pancadas na ronda final é o resultado final mais baixo que obteve num Major.

Tiger já tinha adquirido uma maior confiança no seu jogo, não esquecendo o 6º lugar empatado que obteve no The Open Championship, em Carnoustie.

O 3º lugar do evento foi, como referimos, ocupado por Adam Scott, que bateu 70, 65, 65 e 67 pancadas, que concretizou com: 20 birdies; 45 pars; e, 7 bogeys.

No 4º lugar da competição concluíram as suas pestações, o natural do Alabama, Stewart Cink, 45 anos e o espanhol Jon Rahm, 23 anos, que apuraram 11 pancadas abaixo do par do campo.

A 6ª posição do evento – com 10 pancadas abaixo do par do campo – foi partilhado: pelo italiano, de Turim, Francesco Molinari, 35 anos – vencedor do Quicken Loans National, em Junho e do 147º Open Championship, em Julho; o belga de Antuérpia, Thomas Pieters, 26 anos; o americano do Kentucky, Justin Thomas, 25 anos, vencedor do PGA Championship de 2017; e, o natural de Kansas, Gary Woodland, 34 anos, que comandou o torneio nas duas primeiras rondas com 64 e 66 pancadas, tendo nas rondas seguintes, com 71 e 65 shots, sido remetido para esta posição do torneio.

O campeão Koepka recebeu um prémio no valor de 1,980 milhões de dólares (cerca de 1,7 milhões de euros) tendo o vice-campeão Tiger Woods recebido 1,188 milhões de dólares (cerca de 1 milhão de euros).

Com o prémio recebido Brooks Koepka subiu do 9º ao 3º lugar na lista da Official Money, onde apresenta  6.412.792 dólares (cerca de 5,6 milhões de euros) obtidos nos 13 eventos que já disputou esta época.

Tiger Woods ascendeu do 45º ao 19º lugar onde regista 3.407.462 dólares (cerca de 2,9 milhões de dólares) embolsados nos 14 eventos que já disputou esta temporada.

No ranking FedEx Cup Season Points o campeão Koepka e o vice-campeão Woods ao receberem, respetivamente, 600 e 330 pontos FedEx Cup, o campeão subiu do 13º ao 3º lugar no ranking, com o total de 2012 pontos FedEx Cup e o vice-campeão, como já referimos, ascendeu da 49ª à 20ª posição onde regista o total de 1.162 pontos FedEx Cup.

Os vencedores do torneio em anos anteriores e que se classificaram no evento – para além de Tiger Woods e Justin Thomas já referidos – foram os seguintes, que obtiveram as posições e resultados indicados: Jason Day (2015) – 19ºE/-7; Keegan Bradley (2011), Martin Kaymer (2010), Jimmy Walker (2016) – 42ºE/-3; Rory McIlroy (2014, 2012) – 50ºE/par; e, Vijay Singh (2004 e 1999) – 78º/+3.

Outros concorrentes que destacamos da classificação geral do torneio, obtiveram as seguintes posições e resultados: Rickie Fowler, Kevin Kisner; Chez Reavie, Jordan Spieth – 12ºE/-8; Kevin Na, Justin Rose, Webb Simpson – 19ºE/-7; Patrick Cantlay, Dustin Johnson – 27ºE/-6; Ian Poulter – 31ºE/-5; Tommy Fleetwood, Pat Perez, Xander Schauffele – 35ºE/-4; Tony Finau – 42ºE/-3; Andrew Landry – 50ºE/-2; e, Brian Harman – 71ºE/+2.

Não passaram o cut os seguintes notáveis, dente outros: Ryan Armour; Paul Casey; Bryson DeChambeau; Paul Dunne; Matthew Fitzpatrick; Sergio Garcia; Adam Hadwin; James Hahn; Charley Hoffman; J. B. Holmes; Beau Hossler; Si-Woo Kim; Patton Kizzire; Kelly Kraft; Matt Kuchar; Luke List; Alexander Noren; Scott Piercy; Patrick Reed; Kyle Stanley; Brendan Steele; Henrik Stenson; Bubba Watson; Peter Uihlein; John Daly (vencedor em 1991); Davis Love III (1997); Rich Beem (2002); Shaun Micheel (2003); Phil Mickelson (2005); Padraig Harrington (2008); Y. E. Yang (2009); e, Jason Dufner (2013).

Voltar

 


 

Sites


 





 



 

Revised: 14-08-2018 .