Circuito Europeu de Homens

SPIETH VENCE THE OPEN QUE COMANDOU DO PRINCIPIO AO FIM EFECTUANDO TERCEIRA 'PERNA' DO GRAND SLAM

146th The Open Championship

Data: 20 a 23 de Julho de 2017
Campo: Royal Birkdale Golf Club
Par:  70
Local :  Southport, Merseyside, Inglaterra, UK

Resultados

 

O The Open Championship, também conhecido fora do UK, por British Open, é o mais antigo Major que celebra este ano o seu 156º aniversário e que faz parte do ‘Grand Slam’ do golfe – conjunto das mais importantes competições profissionais.

Estas competições são: além do The Open, o US Open Championship, iniciado em 1865; o, US PGA Championsip, instituído em 1916; e, o The Masters Tournament, inaugurado em 1934.

 

O The Open Championship tem este ano a sua 146ª edição, sendo o terceiro Major que se disputa esta época.

O antigo ícone do golfe americano, o natural de Ohio Jack Nicklaus, 77 anos – o ‘Golden Bear’ – ganhou este evento em 1966, 1970 e 1978, o primeiro em Muirfield e os dois últimos em St. Andrews.

O saudoso americano, Arnold Palmer – ‘The King’ – natural da Pensilvânia, que faleceu em 2016, com 87 anos, foi o terceiro americano – após Sam Snead e Ben Hogan – a conquistar o The Open, em 1961, tendo também sido o vencedor deste evento em 1962.

Em 1961, Palmer conquistou o torneio no campo Royal Birkdale, que havia sido inaugurado em 1889 e onde foi também o The Open de 2017 e os dos anos a seguir indicados: 1954; 1965; 1971; 1976; 1983; 1991; 1998, tendo o último sido efectuado em 2008, antes do deste ano.

O campo Royal Birkdale situa-se na costa noroeste de Inglaterra, sendo um dos melhores links mundiais.

Os fairways encontram-se sobre as dunas de areia, que se ‘amontoam’ no percurso, permitindo aos espectadores grande visibilidade dos jogadores no campo e onde os ventos sopram fortes do mar da Irlanda.

Os fairways estreitos, exigem grande precisão das pancadas, sendo raros os casos em que os buracos são consecutivos na mesma direcção.

Jordan Spieth, 23 anos, natural de Dallas, no Texas, após bater 65, 69 e 65 shots – resultados com que liderou empatado a primeira ronda e isolado as restantes – com 11 pancadas abaixo do par do campo, arrancou para a ronda final com três pancadas de vantagem sobre Matt Kuchar, 39 anos, que nasceu no Winter Park, na Florida.

Kuchar nas três primeiras rondas havia consumado 65, 71 e 68 pancadas, encontrando-se com 6 pancadas abaixo do par.

Spieth nos front-nine da última ronda perdeu a vantagem de três pancadas que tinha sobre Kuchar, começando o primeiro buraco com um bogey, resultado que repetiu nos buracos 3, par 4 e 4, par 3, apurando apenas um birdie no buraco 5, par 4.

Este mau jogo de Spieth foi bem aproveitado por Kuchar – que fazia parte da formação – que com apenas dois birdies nos buracos 2 e 9, ambos de par 4 e bogeys nos buracos 3 e 6, também de par 4, conseguiu ‘evaporar’ a vantagem de três pancadas que Spieth apresentava no início dos front-nine.

Nos back-nine dá-se a volta-face, em que nos três primeiros buracos ambos os concorrentes fazem pars, até que, no buraco 13, par 4, Spieth bate a bola de saída para a direita, para fora do fairway, vindo jogar – quase 20 minutos depois, após encontrar o local certo para jogar a bola do driving range do campo, perdendo então a liderança do evento pela primeira vez no fim de semana, ao fazer bogey no buraco.

Com uma sequência brilhante nos quatro buracos seguintes, Spieth fez, birdie-eagle-birdie-birdie, concluindo a volta com 69 pancadas, 12 abaixo do par do campo, com três pancadas de vantagem sobre Kuchar que também fez 69 pancadas, com dois birdies, seis pars e um bogey no último buraco.

Spieth com cinco abaixo do par do campo nos cinco buracos finais, é o melhor resultado conseguido na história do The Open por um vencedor do torneio, ultrapassando o resultado de quatro abaixo, obtido por Stenson o ano passado.

Spieth foi também o quinto jogador a vencer o The Open, com quatro rondas na casa das sessenta pancadas, que num passado recente foram também: Greg Norman (1983); Nick Price (1994); Tiger Woods (2000); Henrik Stenson (2016), tendo no total apenas nove jogadores obtido tal feito na história do The Open.

O natural de Dallas tornou-se o sexto jogador a vencer múltiplos Majors, que liderou após cada ronda, sendo os outros os seguintes: Tiger Woods – quatro vezes; Jack Nicklaus e Raymond Floyd – três vezes cada; e, Arnold Palmer e Rory McIlroy – duas vezes cada.

Spieth com 23 anos, conquistou três ‘pernas’ do Grand Slam, uma vez que conquistou o Masters Tournament e o US Open, em 2015 e com a vitória que agora alcançou, apenas igualou Jack Nicklaus, o único jogador que com a mesma idade conseguiu tal feito.

Dado que Spieth festeja o seu 24º aniversário na próxima quinta-feira, dia 27 de Julho, poderá de 10 a 13 de Agosto, no Quail Hollow Club, em Charlotte, na Carolina do Norte vir a ganhar o PGA Championship, passando então se tal suceder, a fazer parte do grupo de seis jogadores que conquistaram os quatro Majors, que foram: Jack Nicklaus, Tiger Woods; Ben Hogan; Gary Player; e, Gene Sarazen.

Spieth apenas jogou uma vez neste campo, onde disputou o Wales Fargo Championship de 2013, em que se classificou no 32º lugar empatado.

O 3º lugar do torneio foi ocupado pelo chinês de Hunan, Li Haotong, 21 anos, que reside em Xangai e que bateu 69, 73, 69 e 63 pancadas, que produziu com: 15 birdies; 48 pars; e, 9 bogeys.

O resultado obtido por Haotong na última ronda – 63 pancadas – foi o 11º da história do The Open, sendo o 4º na ronda final.

Até este evento apenas um jogador conseguiu melhor que o número de pancadas numa volta atrás referido, que foi o sul-africano de Pretoria, Branden Grace, 29 anos, que na terceira ronda bateu 62 pancadas, após ter efectuado 70 e 74 nas anteriores e ter concluído a última volta com 70 pancadas.

Grace obteve, com cinco birdies nos front-nine, 29 pancadas e com três birdies nos back-nine, em que concretizou 33 shots.

O 4º lugar do torneio foi partilhado pelo: nº 4 mundial, o natural da Irlanda do Norte, Rory McIlroy, 28 anos – vencedor do torneio em 2014, onde bateu 71, 68, 69 e 67 pancadas, que concretizou com: um eagle; 15 birdies; 45 pars; 10 bogeys; e, um double-bogey; e, pelo espanhol de Las Palmas, Rafa Cabrera Bello, 33 anos, que efectuou nas rondas 67, 73, 67 e 68 pancadas, que apurou com 14 birdies; 49 pars; e, 9 bogeys.

Spieth e Kuchar receberam prémios nos montantes respectivos, de 1,845 milhões de dólares (cerca de 1,580 milhões de euros) e 1,067 milhões de dólares (cerca de 914 milhões de euros).

Com o prémio recebido Spieth subiu na lista da Official Money do 4º ao 1º lugar, onde regista 6.793.145 dólares (cerca de 5,819 milhões de euros), obtidos nos 17 eventos que já disputou esta época.

Spieth recebeu 600 pontos FedEx Cup tendo subido também neste ranking da 4ª à 1ª posição, onde totaliza 2.579 pontos.

Kuchar com o prémio auferido, ascendeu do 31º ao 13º lugar onde contabiliza 3.130.659 dólares (cerca de 2.681 milhões de euros) que recebeu nos 19 torneios em que participou este ano.

Com os 330 pontos FedEx Cup que lhe foram atribuídos no torneio, Kuchar subiu da 35ª à 17ª posição na FedEx Cup Standings, após ter efectuado o número de toneios atrás referidos.

Os vencedores do torneio em anos anteriores – para além de McIlroy e Stenson – foram os seguintes, que obtiveram este ano as posições e resultados indicados: Zach Johnson (2015) – 14ºE/-2 e Ernie Els (2012, 2002) – 61º/+5.

Outros concorrentes que destacamos da classificação geral do evento, obtiveram as seguintes posições e resultados: Brooks Koepka, Marc Leishman, Alexander Noren e Matthew Southgate – 6ºE/-4; Paul Casey – 11ºE/-3; Jason Dufner, Hideki Matsuyama, Ian Poulter – 14ºE/-2; Charley Hoffman – 20ºE/-1; Rickie Fowler, Adam Scott – 22ºE/par; Daniel Berger, Jason Day – 27ºE/+1; Tommy Fleetwood, Lee Westwood – 27ºE/+1; Sergio Garcia, Soren Kjeldsen, Martin Kaymer – 37ºE/+2; Ross Fisher, Matthew Fitzpatrick, Thomas Pieters, Jon Rahm, Peter Uihlein – 44ºE/+3; Kevin Kisner, Justin Rose – 54ºE/+4; Charl Schwartzel, Thorbjorn Olesen – 62ºE/+6; Andy Sullivan – 70ºE/+7; Bernd Wiesberger – 74ºE/+8.

Não passaram o cut, dentre outros jogadores, os seguintes: Pablo Larrazabal; Alexander Levy; David Lipsky; Francesco Molinari; Justin Thomas; Alexander Björk; Kevin Chappell; Brian Harman; Stanley Kyle; Bill Haas; Charles Howell III; Pat Perez; Billy Horschel; Matthieu Pavon; Sandy Lyle (1985); John Daly (1995); Tom Lehman (1996); Mark O’Meara (1998); Paul Lawrie (1999); David Duval (2001); Tod Hamilton (2004); Padraig Harington (2008, 2007); Stewart Cink (2009); Louis Oosthuizen (2010); Darren Clarke (2011); e, Phil Mickelson (2013).

Voltar

 


 

Sites


 






 



 

Revised: 24-07-2017 .